segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Povo Dá Banana Pra Mensalão

PT conquista 7 das 10 maiores cidades da Grande São Paulo

Portal Terra

O PT conquistou sete das 10 cidades com maior eleitorado da região metropolitana de São Paulo e aumentou seu domínio na mesma região em comparação à última eleição, quando elegeu seis prefeitos nesses municípios.

Com a vitória do petista Fernando Haddad em São Paulo, e de Carlos Grana em Santo André, o partido conquista duas prefeituras que estavam sob domínio de outras legendas, o PSD, em São Paulo e o PTB, em Santo André e passa a comandar agora a maior cidade do Brasil e uma das maiores do Estado.

Em outras cinco cidades sobre seu domínio, o partido conseguiu manter-se no governo. Em Guarulhos, segundo maior colégio eleitoral do Estado, Sebastião Almeida se reelegeu com 60% dos votos, e derrotou, no segundo turno, Carlos Roberto (PSDB).

Em São Bernardo do Campo, casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e terceiro maior colégio eleitoral do Estado, Luiz Marinho se reelegeu logo no primeiro turno. Ligado a Lula, o petista é um dos cotados a disputar o governo de São Paulo, em 2014 e fortalece seu nome com o desempenho desta eleição.

Em Osasco, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter a cassação da candidatura de Celso Giglio (PSDB), que foi o mais votado no primeiro turno, o petista Jorge Lapas, venceu a eleição e mantém a cidade sob o comando da legenda, assumindo o posto no lugar de Emídio de Souza (PT).

Em Mauá, Donisete Braga assume o executivo da cidade no lugar de Oswaldo Dias (PT), que venceu a eleição de 2008 e reassumiu o comando do PT na cidade. Em Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT) conseguiu sua reeleição já no primeiro turno, com 67,68% dos votos, e também mantém a cidade sob o controle petista.

Além dessas sete cidades, o PT também passará a administrar outros dois municípios da Grande São Paulo, região que abrange um total de 39 cidades. O partido também controlará, a partir de janeiro de 2013, as cidades de Embu, com Chico Brito, e Franco da Rocha, com Kiko.


De: O Esquerdopata

domingo, 28 de outubro de 2012

O 13 é pop

Que outro partido é pop, a ponto de virar sucesso cantado nas ruas?


Do Blog "Amigos do Presidente Lula"




Qual destas músicas aí em cima é a melhor deste ano?

sábado, 27 de outubro de 2012

Feliz Aniversário Presidente Lula!

Do Blog Amigos do Presidente Lula


1945
Nasce em 27 de outubro Luiz Inácio da Silva, em Vargem Comprida, localidade de Caetés, no interior de Pernambuco - na época um distrito do município de Garanhuns. O bebê é o sétimo filho de Aristides Inácio da Silva e Eurídice Ferreira de Melo, a "dona Lindu". É registrado, porém, sete anos mais tarde e com data de nascimento diferente: 6 de outubro. Apesar da certidão, Lula comemorava o seu aniversário no dia 27.




1952
A mãe de Lula e os filhos se mudam para o litoral de São Paulo, para onde o marido já havia se transferido a fim de tentar a vida como estivador no porto de Santos. Aos 7 anos, Lula se alfabetiza no Grupo Escolar Marcílio Dias e vende laranjas no cais.




1956
Se muda para a capital paulista, com a mãe e os irmãos. O pai fica no litoral, após formar uma segunda família com uma prima de dona Lindu.



 

1957
Começa a trabalhar em uma tinturaria de São Paulo, aos 12 anos. Atua também como engraxate e auxiliar de escritório.




1959
Tem a carteira assinada pela primeira vez, aos 14 anos. É transferido para a Fábrica de Parafusos Marte e começa o curso técnico de torneiro-mecânico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).




1963
Forma-se no Senai e é admitido em uma metalúrgica, onde tem o dedo mínimo da mão esquerda esmagado por uma prensa hidráulica. Recebe uma indenização e compra um terreno para a mãe. Troca de emprego, mas é demitido por se negar a trabalhar aos sábados.




1968
Filia-se ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, por influência do irmão José Ferreira de Melo, o Frei Chico.




1969
Casa-se com a operária mineira Maria de Lourdes da Silva. Dois anos depois, ela engravida, mas contrai hepatite no oitavo mês de gestação. Mãe e bebê morrem durante uma cesariana.




1974
Nasce Lurian, sua primeira filha. A mãe é a enfermeira Miriam Cordeiro, namorada de Lula na época. No mesmo ano, casa-se com a então viúva Marisa Letícia da Silva e adota Marcos Cláudio, fruto do casamento anterior da mulher. O novo casal teria três filhos: Fábio Luís, Sandro Luís e Luís Cláudio.




1975
É eleito presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, com 92% dos votos.




1978
É reeleito para a presidência do sindicato, desta vez com 98% dos votos, após liderar um movimento de reivindicação salarial que se transformou em greve.




1980
Junta-se a sindicalistas, intelectuais, católicos militantes da Teologia da Libertação e artistas para fundar, em 10 de fevereiro, o Partido dos Trabalhadores (PT). Mais tarde, o sindicato sofre intervenção devido a uma greve, e Lula fica detido nas instalações do Departamento de Ordem Política e Social (Dops) paulista por 31 dias. No mesmo ano, inclui Lula em seu nome, uma vez que a legislação da época não permitia o uso de apelidos em campanhas.




1981
É condenado pela Justiça Militar a três anos e meio de prisão por incitação à desordem coletiva. Recorre e é absolvido no ano seguinte.




1982
Tenta pela primeira vez, sem sucesso, um cargo eletivo: governador de São Paulo. A eleição é vencida por Franco Montoro, do PMDB.




1984
Ao lado Ulysses Guimarães, reforça a campanha das Diretas Já.




1986
É eleito deputado federal com a maior votação do País para a Assembleia Nacional Constituinte.




1989
Candidata-se na primeira eleição direta para presidente depois do golpe militar de 1964. Perde no segundo turno paraFernando Collor de Melo, do PRN.




1994
Tenta pela segunda vez a Presidência da República, mas perde ainda no primeiro turno para Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.




1998
Perde a terceira eleição para presidente. No pleito, FHC foi reeleito no primeiro turno.




2002
Vence a eleição presidencial ao derrotar o tucano José Serra, candidato da situação. O segundo turno coincidiu com o aniversário de Lula: 27 de outubro. Ao ser diplomado, em dezembro, disse: "E eu, que durante tantas vezes fui acusado de não ter um diploma superior, ganho o meu primeiro diploma, o diploma de presidente da República do meu país."




2003
No dia 1º de janeiro, toma posse o primeiro operário a alcançar a presidência da República.




2006
É reeleito no segundo turno, ao derrotar o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, do PSDB.




2010
Elege sua sucessora e primeira mulher presidente do Brasil: a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que tentava pela primeira vez um cargo eletivo. Chamado de "o cara" pelo presidente americano Barack Obama, encerra o segundo mandato com aprovação pessoal recorde de 87%.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

As 5 Obras de Arthur Virgílio

Vanessa pediu 5 (cinco) obras, mas bastaria ter pedido uma apenas e o tucano não responderia.


OBS: Arthur Virgílio é um dos caciques do PSDB, já representou os tucanos em encontro com Bush e assim como ACM Neto também prometeu surrar o Ex-Presidente Lula.

Te juro, me deu vergonha alheia.

sábado, 20 de outubro de 2012

O Reaça Fernando Rodrigues

da Folha de S. Paulo CAPITULOU

 

FOLHA DE SÃO PAULO

20.10.2012
FERNANDO RODRIGUES
Hegemonia PT 3.0
BRASÍLIA – Fernando Haddad protagonizou uma das mais espetaculares recuperações numa campanha para prefeito de São Paulo e deve dar ao PT, dizem as pesquisas, o comando da maior cidade do país.
A eleição paulistana é um passo relevante no projeto de hegemonia política do PT. Nenhum partido cresce de maneira orgânica e consistente como o PT a cada disputa municipal. A sigla sempre se sai melhor.
PMDB, PSDB, DEM (o antigo PFL) e outros já tiveram dias de glória, mas acumulam também vários revezes. O PT, não. Só cresce.
Embora já tenha vencido em São Paulo duas vezes (em 1988, com Luiza Erundina, e em 2000, com Marta Suplicy), agora com Fernando Haddad é uma espécie de PT 3.0 que pode chegar ao poder.
Não há outro partido da safra pós-ditadura militar que tenha conseguido fazer essa transição de gerações. O poderio sólido e real que o PT constrói encontra rival de verdade apenas na velha Aliança Renovadora Nacional (Arena), a agremiação criada pelos generais para comandar o Brasil -com a enorme diferença de hoje o país viver em plena democracia.
Alguns dirão que o PMDB mandou muito no final dos anos 80. Mais ou menos. Tratava-se de um aglomerado de políticos filiados a uma mesma sigla. Não havia orientação central.
O PSDB ganhou em 1994 o Planalto e os governos de São Paulo, Rio e Minas Gerais. Muito poder. Só que os tucanos nunca tiveram um “centralismo democrático” (sic) “à la PT”.
No dia 28 de outubro, há indícios de que o PT novamente sairá das urnas como o grande vencedor nas cidades com mais de 200 mil eleitores, podendo levar pela terceira vez a joia da coroa, São Paulo.
Ao votar dessa forma, o eleitor protagoniza duas atitudes -e não faço aqui juízo de valor, só constato. Elege seu prefeito e entrega à sigla de Lula um grande voto de confiança para fazer do PT cada vez mais um partido hegemônico no país.

As ratazanas já começaram a abandonar a embarcação tucana.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Serra Agride a Jornalista





Só o fato do "Mais Preparado" responder a uma pergunta com outra pergunta já demonstra o quanto está em débito.
Kennedy Alencar deveria ter lhe dito, quando inquirido se havia lido a cartilha por inteiro, o seguinte:
"Não interessa, quem está sendo entrevistado é o senhor e não eu."

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Bob Fernandes Expõe Homofobia

De Eleitores e a Hipocrisia de José Serra 



Serra diz que o material anti homofobia que foi distribuído em seu governo era diferente do de Haddad, mas será que era mesmo diferente?
Vejamos:

"... nosso material é correto e dirigido aos professores, e não aos alunos..." - disse Serra, segundo o jornal "O Globo"

É mentira do Serra, porque o material foi destinado sim para alunos:


O DVD "Medo de quê" referido no encerramento da atividade para apresentar aos alunos é este vídeo sobre a sexualidade homoafetiva de um menino, na forma de desenho animado:

Imagem do Kit Gay de Serra:Serra chegou a dizer que o guia  de Haddad fazia apologia ao bissexualismo.


parte 2

Observe que estes vídeos estão no Youtube desde 2008.

Logo, o que José Serra cinicamente chama de "kit gay" no Ministério da Educação, não passa de um projeto implantado no governo Serra para os alunos em São Paulo, e que depois foi levado para ser analisado em Brasília, através de emenda parlamentar, e não chegou a ser distribuído.

Em tempo: A expressão 'kit-gay' é pejorativa e reforça preconceitos. Tem sido usada e abusada por José Serra de forma eleitoreira, achando que, com torpeza e baixarias, roubará votos de seu oponente Fernando Haddad nos meios religiosos.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O Pastor Mais Sincero do Mundo


Se um pastor como Malafaia de repente tivesse um surto de honestidade
Seria mais ou menos assim sua pregação. 


OBS: Este vídeo é apenas uma paródia e não visa ofender a quem quer que seja, até porque sabemos muito bem que em toda e qualquer religião sempre encontraremos bons e maus líderes.

domingo, 14 de outubro de 2012

O Novo Apoio de José Serra

    Silas Malacheia  arrecadando o trisimo



Depois de se reunir com Serra à portas fechadas, Malafaia deu entrevista dizendo que vai acabar com Haddad.
Malafaia diz que é lider dos evangélicos, eu sinceramente não acredito, acho que ele esqueceu de avisar aos seus comandados que é ele quem manda.
Mas, independente da liderança e do benefício que esse apoio possa trazer à campanha de Serra, numa coisa temos que concordar: Silas Malafaia sabe mesmo como hipnotizar e enganar incaltos.


sábado, 13 de outubro de 2012

José Dirceu no julgamento de Alice



Zé Dirceu e Fidel


Publicado em 11/10/2012 por Urariano Motta

Recife (PE) - Não se enganem os leitores. O mensalão no STF é, na essência, um julgamento político. E se ainda têm dúvida, observem a mídia massificada, o abuso de imagens na televisão, a telenovela em que se tornou o tribunal cuja chamada é punição aos corruptos para um novo Brasil.

Um leitor calejado diria que as notícias se fabricam como as salsichas, com sangue e gordura fartos em ambiente de náusea. No entanto, o que há de mais pedagógico nesse julgamento é o fim das ilusões de como age o Supremo Tribunal Federal. Ali também se produzem salsichas, a saber, votos e juízos se fazem em obediência à sociedade de classes, na feroz luta política.

Se ainda têm dúvida, observem que o conceito de prova foi reinventado. Indícios, que possuem a natureza, por definição, de serem hipóteses, viraram fatos, sob o especioso argumento de “é impossível que ele não soubesse”.

Houve provas como deduções de retórica, digna de sofistas, na base do se isso, então aquilo. O elementar de qualquer tribunal do mundo civilizado, do não basta supor, não basta desconfiar, não basta ter como provável, foi jogado às favas. E por que ministros tão ilustres, pelo menos no brilho de suas ideais funções, sepultaram as nossas melhores ilusões de justiça acima de classes?
O alvo do julgamento é Lula.

O alvo são as conquistas de um governo de esquerda, que se trouxe ganhos maiores para o capital, também redistribuiu renda, e no que tem de pior, ameaça uma permanência no poder que pode gerar insuportável democracia: leis de regulação da mídia, perdas irreparáveis de privilégios.

Daí que foi dado o passo necessário para a condenação do ex-presidente Lula: a punição de José Dirceu.

Falta só mais um degrau.

Na verdade, muito antes desta semana, o julgamento de Zé Dirceu estava escrito desde o século dezenove. Em escrita criadora, o seu julgamento já havia sido feito desde 1865. Mais precisamente, sob a pena de Lewis Carrol, em “Alice no País das Maravilhas”. O leitor por favor acompanhe estas linhas de Alice.  

- Não, não! - berrou a Rainha. - Primeiro a sentença, depois o veredicto.

Se substituímos a Rainha pelo conjunto imprensa e tribunal do Brasil, perceberemos que aqui também a condenação estava antes sentenciada. Mas continuemos com Alice:
   
Neste momento o Rei, que estivera ocupado por algum tempo escrevendo em seu caderno de notas, gritou:

- Silêncio! - e leu: “Artigo Quarenta e Dois: Todas as pessoas com mais de um quilômetro e meio de altura devem deixar o tribunal”.

Todo o mundo olhou para Alice.

- E não irei de jeito nenhum - disse Alice; - além do mais, este artigo não é legal: você acabou de inventá-lo.

O Rei empalideceu e fechou apressadamente seu caderno de notas. “Façam o seu veredicto”, disse ao júri, com voz baixa e trêmula.

Se fazemos a diferença de que no Brasil os ministros do Supremo não empalideceram, os procedimentos criados pelo STF para esse julgamento repetem à perfeição Alice. Mas continuemos com o julgamento de José Dirceu, agora de modo mais claro:

- Com licença de Vossa Majestade, ainda há provas a examinar - disse o Coelho Branco dando um salto: - este documento acaba de ser encontrado.

- Do que se trata? - indagou a Rainha.

- Ainda não abri - respondeu o Coelho Branco. - Mas parece ser uma carta, escrita pelo prisioneiro para alguém.

- Só pode ser isso - disse o Rei, -a menos que tenha sido escrita para ninguém, o que não é muito usual.

- A quem é endereçada? - perguntou um dos ministros.

- Não é propriamente endereçada...- disse o Coelho Branco - na verdade, não há nada escrito do lado de fora. Enquanto falava, desdobrou o papel, acrescentando:

- Nem é uma carta, afinal de contas: são versos.

- Estão escritos com a caligrafia do prisioneiro? – perguntou outro.

- Não, não estão - respondeu o Coelho Branco - e isso é o mais estranho de tudo. (Todos pareciam perplexos.)

- Ele deve ter imitado a caligrafia de outra pessoa – disse o Rei. (Todos animaram-se outra vez.)

- Com licença de Vossa Majestade - disse o réu, - eu não escrevi isso, e ninguém poderá provar o contrário: não há nenhum nome assinado embaixo.

- Se você não assinou - disse o Rei - isso só piora a situação. Você certamente deve ter feito algo de errado, ou então teria assinado seu nome como qualquer pessoa honesta...

- Isso prova a sua culpa, é claro - disse a Rainha: - Logo, cortem a sua cabeça!

O logo acima foi conjunção para Lula e advérbio de tempo, urgente, em uma só palavra. Logo, cortem a cabeça da esquerda, foi, é a sentença. Provas para quê?  
_____________________________

Curiosidade

By Stanley Burburinho

  • Cacciola morava num condomínio que é considerado um dos mais caros do mundo. Eu disse do mundo.
  • O condomínio custava R$ 8.000/mês. É o Golden Green, na Barra, no RJ. Onde moram/moravam Romário, Ronaldo Gordo, etc.
  • Cacciola foi preso pelo escândalo do Banco Marka. O apartamento mais barato do Golden Green custa US$ 2,5 milhões.
  • Cacciola foi solto pelo Marco Aurélio Mello do STF que esqueceu de apreender o passaporte de Cacciola que tem cidadania italiana.
  • Cacciola fugiu para a Itália. Dias depois, adivinha quem se mudou para o Golden Green: Marco Aurélio Mello.
  • E já se sabia que não existe tratado de extradição entre Brasil e Itália. Cacciola foi preso porque foi para Mônaco, outro país, para assistir a um jogo de tênis e foi trazido para o Brasil pela Interpol.

Patrocínio de : O Esquerdopata

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

MIB-4

Reaças in black


A Gente Num Kassab

É a pura verdade

Essa tem a marca do Lukaszewigz lá do Casa do Noca.

Luka - Suzanne Vega

Por Alfeu do Blog do Nassif.


Essa música embalou muitas festas, tocava bastante nas rádios; mas Luka é mais uma criança vítima de violência.
Meu nome é Luka
Eu moro no 2º andar
Bem em cima de você
E acho que você já me viu antes
Se você ouvir algo tarde da noite
Algum distúrbio, alguma briga
Só não me pergunte o que aconteceu

Acho que é por que sou desastrado
Tento não falar muito alto
Talvez é por que eu seja louco
Tento não bancar o orgulhoso
Eles só batem até você chorar
E depois disso, você não pergunta por quê
Simplesmente não se discute mais

Sim, acho que estou bem
Fui de novo com a cara na porta
Bem, se você perguntar, é isso que eu vou dizer
E de qualquer modo, isso não é da sua conta
Acho que gostaria de ficar só
Sem nada quebrado, sem nada jogado

Só não me pergunte como estou

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O Galardão de

José Genoino Guimarães Neto



A maior recompensa do Homem de bem é o reconhecimento de seu valor pelos seus filhos, e companheiros.


José Genoíno foi ferido pelos lacaios dos podres poderes que infelizmente ainda assolam o Brasil, mas será sempre reconhecido como um homem íntegro, corajoso e capaz por seu pares e até pelos ímpares.

Os seres trevosos que agora festejam, haverão de chorar lágrimas de sangue, pois, esta afronta à democracia, ao estado de direito, jamais será esquecida e ainda acabará por lhes custar muuuuito caro.

Paulinho da Farsa


Dá Uma "Força" Pra José Serra.



Mas para Serra fechar seu circulo de apoios ainda faltam Soninha Francine Marmolada, José Maria Escrivá, digo, Eymael e José Levi Fudelis.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Serra - O Eterno Mentiroso


Vai me desculpar, mas só vota em Serra quem não tem compromisso nenhum com a verdade.

Se você for fechar acordo com alguém que dependerá da palavra desse alguém, pergunte em quem seu contratante irá votar, se for em José Serra fique com os dois pés atrás, porque, gente que endossa mentira, também mente.  

Eleições 2012


 RESUMÃO DOS GRANDES NÚMEROS


Autor: 
 
ELEIÇÕES 2012 - GRANDES NÚMEROS
   O Brasil tem 85 municípios com mais de 200 mil habitantes, sendo 26 capitais e 59 cidades no interior. Dessas grandes cidades, 35 decidiram a eleição no primeiro turno. O PT já conquistou o maior número delas:
PT       8 grandes cidades (3,6 milhões de eleitores) - 5 prefeitos reeleitos
PSDB  6 grandes cidades (2,0 milhões de eleitores) - 1 prefeito  reeleito
PSB     5 grandes cidades (4,5 milhões de eleitores) - 2 prefeitos reeleitos
PMDB  4 grandes cidades (5,4 milhões de eleitores) - 3 prefeitos reeleitos

PT – Anápolis (GO), Canoas (RS), Carapicuíba (SP), Goiânia (GO), Osasco (SP), São Bernardo do Campo (SP), São José dos Campos (SP) e Uberlândia (MG).
PSDB – Ananindeua (PA), Betim (MG), Jaboatão dos Guararapes (PE), Maceió (AL), Piracicaba (SP) e Santos (SP).
PSB – Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Limeira (SP), São José do Rio Preto (SP) e Serra (ES).
PMDB – Aparecida de Goiânia (GO), Bauru (SP), Boa Vista (RR) e Rio de Janeiro (RJ).

   A quantidade de eleitores do PMDB nas grandes cidades é maior devido à vitória indiscutível de Paes no RJ (Paes na Prefeitura e Cabral no Governo do Estado administram em parceria com o Planalto de Lula e Dilma). O PSB, por sua vez, foi bem sucedido em BH e Recife. O PT sai derrotado nestas capitais, mas é bom lembrar que o PSB é aliado do Governo Federal. Em Goiânia, a vitória petista veio como consequência dos desmandos do tucanato ligado ao escândalo Cachoeira.
   O Partido dos Trabalhadores também conseguiu a maior quantidade de prefeitos reeleitos nas grandes cidades (8), num sinal claro de aprovação às suas administrações.
   Além disso, o PT obteve sucesso em importantes cidades do chamado cinturão vermelho de SP, como São Bernardo do Campo, Carapicuíba, Embu das Artes, Osasco. Neste último caso, há litígio em andamento, mas o resultado é emblemático por simbolizar a pequena influência do "mensalão" nos resultados eleitorais (João Paulo Cunha, condenado no STF, desistiu de concorrer). O PT também venceu em São José dos Campos, antigo reduto tucano, consequência óbvia do chamado "massacre do Pinheirinho". Venceu também em Ubatuba, Jacareí e Taubaté. Há, ainda, grandes chances do PT vencer no 2° turno em outras importantes cidades: Santo André, Guarulhos, Mauá e Campinas.

   No quadro geral das prefeituras do país, tivemos:
PMDB   1.025 prefeituras (antes: 1093, queda de  6,2%)
PSDB      693 prefeituras (antes:  787, queda de 11,9%)
PT          628 prefeituras (antes:  550, crescimento de 14,2%)
PSD       491 prefeituras (antes: não participou)
   O destaque aqui é o crescimento do PT de 14,2% em relação a 2008. O PSDB, por sua vez, encolheu bastante: -11,9%. O PSD de Kassab nasce forte, na esteira do desmantelamento do DEM e da sangria do PSDB.

   No Brasil, o PT elegeu cerca de 1.800 vereadores a mais que em 2008:
PT        5.067 vereadores (antes: 4.169 - crescimento de 22%)
PSDB    5.146 vereadores (antes: 5.897 - queda de 13%)
PMDB   7.825 vereadores (antes: 8.475 - queda de 8%)

Em São Paulo, tido como reduto conservador, tivemos as seguintes votações na eleição para vereadores:
PT       1.122.486 (19,65%)
PSDB    1.033.500 (18,10%)
PSD      523.720 ( 9,17%)
PV        391.259 ( 6,85%)
PMDB    302.164 ( 5,29%)
PRB       296.230 ( 5,19%)
PTB      287.786 ( 5,04%)
PR        264.636 ( 4,63%)
DEM      223.284 ( 3,91%)
PSB      215.519 ( 3,77%)

Com isso, o PT elegeu a maior bancada de vereadores na principal capital do país:
PT     11
PSDB   9
PSD    7
PV      4
PMDB  4
PTB    4
PRB    4
PSB    3
PR      3

   Em números globais, a legenda mais bem votada no país foi o PT, com 17,2 milhões de votos válidos para o cargo de prefeito (12,5% do eleitorado nacional). O PMDB foi o segundo colocado com 16,7 milhões de votos (12,1%).
   Os grandes números desta eleição representam fortalecimento inequívoco do PT, indicando o apoio da população às políticas bem sucedidas do ex-Presidente Lula e da atual Presidenta Dilma. Lula também demonstra sua enorme capacidade de mobilização, com Haddad (que tinha apenas 3% das preferências no início da campanha) e Pelegrino (que pode sepultar o carlismo em Salvador). No segundo turno, tem grandes chances em Fortaleza, Rio Branco e Cuiabá.
   Apesar do bombardeio diário da velha mídia, a espetacularização do chamado "mensalão" provocou pequeno impacto no eleitorado. Foram muitos os gritos indignados, mas ficou no ar o sentimento de que a corrupção é um problema histórico e abrangente, não sendo exclusiva de um único partido.
   Por outro lado, a mesma indignação estampada nos jornais deixou de se refletir em propostas para resolver o problema, como se estivesse imbuída apenas de propósitos eleitoreiros. Pouco se falou, por exemplo, do financiamento público de campanha. Pouco se discutiram possíveis medidas para mitigar a influência do poder econômico nas eleições. Pouco se falou sobre a necessidade de se democratizar os oligopólios da comunicação. De maneira geral, todavia, o Brasil avança pouco a pouco no sentido de consolidar sua incipiente democracia.